Xadrez BTC/Semel mantém rotina intensa de treinos virtuais

Equipe de Bauru mantém aulas para iniciantes e o alto rendimento juvenil para manter posto de potência do Estado de São Paulo; enxadristas são tricampeões dos Regionais e atuais campeões dos Jogos Abertos 

Com a paralisação das atividades esportivas devido a pandemia global do coronavírus, nem todas as modalidades precisaram encerrar suas atividades completamente. O projeto social e de treinos para iniciantes e o trabalho de alto rendimento de xadrez do Bauru Tênis Clube, em parceria com a Semel, segue com sua rotina, de forma adaptada, virtualmente. O xadrez betecista coleciona dezenas de títulos e mais recentemente foi ouro dos Jogos Abertos do Interior, no feminino, e bronze no masculino. E ambas as categorias do BTC são tricampeãs dos Jogos Regionais, em 2017, 2018 e 2019.
Segundo o novo professor titular do projeto Xadrez BTC/Semel, Eric Augusto Piassi, que assumiu o posto de Ronaldo Alonso, o Dodô, que foi para o Exterior, as aulas de iniciação de treinos avançados seguem a mesma rotina de dias e horários. O trabalho com os alunos vem sendo feito por meio de videoaulas em tempo real, por Skype, com uma média de 10 alunos por turma. “Depois do anúncio da quarentena, imediatamente transferimos as aulas para que elas continuassem a distância. Nosso trabalho não pode parar, principalmente o de alto rendimento, que vem conquistando ouros nacionais, dos Jogos Abertos, Regionais e o xadrez de Bauru se consolidou como uma potência do Estado de São Paulo”, comentou Eric Piassi.
Sobre a experiência com a aula virtual, o professor do Xadrez BTC Semel explica que a tecnologia sempre esteve presente nas aulas de xadrez. E agora tornou-se muito mais eficaz e praticamente a única forma de contato e aprendizado com os alunos, devido a pandemia do coronavírus.

AMBIENTE VIRTUAL
O professor também falou sobre como ficam as competições. “Estamos fazendo o campeonato regional de xadrez via plataformas online. Usamos o chess.com e o lichess que estão sendo muito úteis. E estes torneios têm troféus, que deverão ser entregues em cerimônias futuras. E trabalhamos com outras competições rápidas, quase que diariamente”, explica Eric Piassi. Ambas as plataformas são antifraude.
Eric Piassi, novo professor e treinador do Xadrez BTC/Semel, é formado em educação física e pedagogia, com pós-graduação em psicopedagogia e jogos educacionais. Ele também é um jogador com 30 anos de experiência nacional e internacional, árbitro de xadrez e autor de 14 livros de xadrez para crianças. Ele também sempre foi um dos organizadores dos últimos anos do Memorial Valzinho de Xadrez e do Torneio Cidade de Bauru, que ocorrem sempre em agosto, reunindo anualmente mais de 100 crianças, e estão adiados para outubro, devido a curva de contaminação da Covid-19 e orientações da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

“ONLINE É LEGAL, MAS PRESENCIAL É INCOMPARÁVEL”
Um dos talentos do xadrez bauruense, o Mestre Nacional Guilherme Telles Nunes, de 16 anos, comenta que os alunos estão se adaptando bem as aulas por conta do xadrez ser uma modalidade que já se adaptou ao ambiente online. “A real importância de não parar de treinar é que podemos manter o treino virtualmente. As aulas têm sido produtivas. Eu tive facilidade nesse ambiente por já fazer aula online com o grande mestre de xadrez André Diamant. Mas as aulas presenciais são realmente incomparáveis. Não vemos a hora de poder voltar a jogar frente a frente com os amigos”, conta o garoto, que coleciona títulos com os companheiros de equipe.
O contato para dúvidas e inscrições no Xadrez BTC/Semel é com o diretor Guilherme Telles, pelo WhatsApp 14 99828-4020.

Eric Piassi, novo professor de xadrez do BTC
CT do Xadrez está provisoriamente fechado no BTC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima